Organize suas despesas na crise do corona vírus.

Tempo de leitura: 2 minutos

Dicas valiosas para criar sua independência financeira.

Não é novidade que a  pandemia do coronavírus tem afetado a economia do mundo inteiro. É uma situação bastante atípica, o que se chama de ‘cisne-negro’ no mercado financeiro: um evento totalmente inesperado que causa efeitos globais e intensos. Em função da sua imprevisibilidade, o isolamento necessário para conter os avanços do vírus acabou pegando muitas pessoas de surpresa.

Se você não começou a organizar suas finanças para passar os efeitos dessa temporada que estamos vivendo. Nunca é tarde para começar!

Por isso, separamos 3 dicas rápidas e valiosas para você colocar na ponta do lápis e dar o pontapé inicial na sua independência financeira, mesmo durante este período difícil de quarentena.

1-Reserva de emergência:

Use com cuidado ou crie uma logo! Se você possui uma reserva de emergência e está passando por alguma dificuldade financeira, provavelmente já solicitou algum resgate para utilizar neste período turbulento que a crise do coronavírus tem causado. E você está correto! Afinal de contas, é um momento que configura uma emergência, não é? 

Queremos apenas que você utilize com consciência este valor acumulado, afinal você passou um tempo considerável guardando ele. 

Caso você não tenha uma reserva de emergência, fique calmo! Primeiro você precisa se organizar para passar por esta crise mas, não tire nunca do seu radar a necessidade de criar uma para você! Mesmo que com pouco, comece logo a separar um valor frequente para depositar neste investimento.

2-Mantenha-se informado!

A gente sabe que esta dica indiretamente você vai seguir, já que todos os dias somos infestados de informações por todos os lados. Tente se manter informado. Não somente pelas movimentações econômicas que os mercados têm sofrido. Mas, também, para você estar por dentro das medidas que os governos tomado, os pacotes de incentivo, mudanças em prazos de obrigações legais (como a declaração do imposto de renda, por exemplo) e etc.

3-Monitore seus gastos.

Sabe aquelas anotações com seus gastos que você faz? Faça um filtro e atente o que você pode cortar. Será que você precisa realmente todos os itens nos quais tem gastado? Existe outra alternativa que possa substituir estes itens?

Se você já possui apenas serviços essenciais. Como dizem “o não você já tem” , será que não vale a pena negociar os valores?

Sabemos que você está seguindo o isolamento, não queremos que você deixe de pedir sua comida preferida daquele restaurante ou lancheria perto de casa e nem que pare de fazer aulas e treinamentos por vídeo. Isso é importante para você e para incentivarmos a economia local. Mas, alguns gastos podem ser mais controlados durante a quarentena. Por que não aventurar-se mais na cozinha para economizar um pouco, por exemplo?

Além disso, tente aplicar a filosofia do consumo consciente no seu dia a dia.

Ficou com alguma duvida? Deixe nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *